Para Vosso Conhecimento
LISTA DE DOADORES PARA PROJECTO SANTA CATARINA
FOGO
   Veja mais...
20 Julho 2012
PARA DESCONTRAIR POLITICAMENTE NESTE FIM DE SEMANA
PARA OS QUE  GOSTAM DE APRECIAR BELEZAS NATURAIS E
ARTIFICIAIS AQUI ESTAO LINKS QUE VOS LEVAM AOS LOCAIS
VERDADEIRAMENTE ESPECTACULARES.  LEIA MAIS A BAIXO E
SEGUE... CORTESIA DA NET
VEJA MAIS
11 Nov 2012
DADOS JARDINS INFANTIS NO CONCELHO SANTA CATARINA
FOGO

Algumas  informações sobre Jardins Infantis no Concelho de Santa
Catarina Fogo Cabo Verde fornecidas pela Sra Constantina que é  
coordenadora pedagógica do Ministério da Educação e trabalha no
Concelho de Santa Catarina.
o Jardim Infantil de Figueira Pavão tem 12 crianças, 7 meninas e 5
rapazes, tem uma monitora de nome Crisolita de Andrade que toma
conta das crianças das 8 as 12 horas, tem pouquíssimos materiais
didacticos e brinquedos.  Entrtanto o jardim vai ter dentro de uma
semana um parque infantil, um projecto da coordenação do pre escolar
financiado pela Bornefondem e Camara Municipal.
Para além do jardim de Figueira Pavão temos outros jardins que
carecem muito  de materias didacticos e brinquedos, como por
exemplo o jardim de Cova Figueira com 53 crianças sendo 30 rapazes
e 23 meninas, Cabeça Fundão com 6 crianças 1 rapaz e 5 meninas e  
Achada Furna com 39 crianças 21 meninas e 18 rapazes.
Temos outros jardins no concelho (Fonte Aleixo, Roçadas, Tinteira,
Mãe Joana, Estancia Roquee Chã das caldeiras) mas estes estão
melhores em termos de materiais.
No total são 11 jardins e 305 crianças dos 3 aos 5 anos de idade sob
coordenação de 17 monitoras neste presente ano lectivo.
Com relação a minha pessoa, eu sou coordenadora pedagógica do
Ministério da Educação e tenho de entre outras as seguntes
atribuições:
- Fazer formações para as monitoras, assistir as aulas e dar apoio
pedagógico às monitoas, realizar encontro de planificação dos
conteúdos, elaborar projectos para melhoria das condições dos jardins,
colaborar com Direcção Geral do Ensino na implementação das
políticas educativas...
ANUNCIO
Dizem que uma imagem vale por mais de mil
palavras; concordando assim, preserva os
seus momentos que a vida lhe oferece para
mais tarde compartilhar com a familia e
amigos.  Por favor contacta Felisberto
Semedo, no Tel 774 360 6287 ou email
santacatarinafogo@hotmail.com onde poderá
receber mais informação para um serviço
professional fotografico e de como
compartilhar estes momentos na rede global.
As opiniões ou comentários, inseridos aqui não tem ou
não estão relacionados com a filosofia do

www.topicos123.com
que é um portal da comunidade e
para comunidade, sem nenhuma pretensão política ou
religiosa.  Todos serão bem vindos, engrandecendo
cada vez mais o espírito comunitário da nossa
comunidade.
 
August 24, 2013
CAPEVERDEAN ASSOSCIATION FRIENDS USA, Inc.
(the “Corporation”)
ARTICLES OF ORGANIZATION
Read more.......
PULSAR DA
COMUNIDADE
Veja
mais...
MAPA  
9 Dez 2010
STRESS +
DEPRESSÃO –
SUICÍDIO = VIDA
Leia mais
COMUNIDADE EM
FOCO NANI

Participa
mais...
HABILIDADE
HUMANA
 Veja mais
Immigration in USA
Read...
Aug 17, 2010
RECORDAR UM
POUCO
Ouve e
veja
ACESSO PARA COMUNIDADE
EMIGRACAO USA 1800 375 5283  CONSULADO CABO VERDE
BOSTON MA (617) 353-0014
SOCIAL SECURITY USA
1-800-772-1213
EMERGENCIA NA USA 911 IRS TAXES 1-800-829-4477
ASSOCIACAO CABO-VERDIANA BROCKTON
508 559 0056
TACV
(617) 472-2227 MAPS  617- 825-5897, TTY: 617- 825-5897  
Fax: 617-825-4167
PORTON DI NOS ILHA RADIO ATLANTIC
SHIPING
Nov 7, 2010
Uma Noite Memoravel
A
Memorable Night
Veja
mais...
Set 24, 2010
ECONOMIA &
POLITICA
Leia
mais...
Oct 31,2010
Uma Família
Cabo-verdiana nos
USA
The following   
Veja mais...
JOSÉ  LAÇO ARTISTA
DA COMUNIDADE
Leia
mais...
Oct 23, 2010
PROFILE  DE UMA JOVEM DA
COMUNIDADE
Veja mais...
Out 6, 2010
PODER DO
VOTO
 
Pondera
mais...
Oct 12, 2010
COMUNIDADE x
GOVERNO  
Veja mais...
Oct 21,
2010
VIDA &
SUICÍDIO

Veja
mais...
Nov 1,
2010
Euclides
Gibau
Veja...  
Nov 2, 2010
DEMOCRATAS x  
REPUBLICANOS
  Leia mais...
Contacto:
recado123@hotmail.com
ou
santacatarinafogo@hotmail.com
Nov 9, 2010
GUERRA DE
DINHEIRO
Leia
mais..
Set 29, 2010
Ilha do Fogo:
Conquistas e
Desafios
Leia
mais...
CULTURA
CRIOLA
  Veja
mais...
11 Fev 2011
PULSAR DA
COMUNIDADE
Leia
mais...
PEOPLE
COMMUNITY
PROFILE
2011:
Anthony C.
Fernandes
 Read
more...
PARA REFLECTIR OU DESCONTRAIR
Se pensarmos Criação  tudo, fica mais conformado ou até
aceitado mas, se pensarmos desordem na ordem então o
Universo, é mesmo um lugar fascinante que fascina nossos
pensamentos ao concentrar nossa memoria no vasto ou
infindável espaço sideral.
PROFILE DA
COMUNIDADE
José
Santos Fontes,
Veja
mais....
FACTOR EMIGRAÇÃO   x  LIBERTAÇÃO PSIQUICA E
DESENVOLVIMENTO DA COMUNIDADE ...
Veja mais...
UM POEMA PA
CESARIA EVORA
.
Leia mais...
COMUNIDADE,
PARTICIPAÇÃO, POLĺTICA E
ÉTICA
Veja mais...
Independência Leia
mais...
SAÚDE MENTAL EM CABO
VERDE
Ver entrevista de
Natália Monteiro       
PLYMOUTH, NO TEMPO
NO ESPAÇO E NA
HISTÓRIA  
  Veja mais...
Santa Catarina do Fogo – Retrato das
eleições autárquicas de 2012
.Veja
mais...
A PROPÓSITO DO
CONTROLE DA
INTERNETE
.Veja
mais...
CONSULADO CABO
VERDE, BOSTON.

Veja
mais
FRENTE A FRENTE
POLĺTICO AMERICANO

Leia mais...
Navega neste sentido
Y
TOPICOS123
14 Agosto 2014
                      CRIANÇAS DE NÓS TERRA

Em Cabo Verde, lá no Concelho de Santa Catarina, perto da cidade de
Cova Figueira, mais precisamente na Vila de Estância Roque, que fica
não longe do grande Vulcão do  Fogo, um lugar com um clima ameno e
com uma paisagem deslumbrante onde tem crianças iguais a todas as
crianças do Mundo.

Neste ambiente social, sossegado e natural, vive uma comunidade,
amável, dedicada, ciente e trabalhadora que sempre espera para um
futuro mais risonho.

As circunstâncias sociais e economicas nesta localidade, são como
muitas outras em Cabo Verde que, vivem praticamente dependente de
muitos fáctores. No meio de tudo isto, as crianças vivem, brincam,  
estudam e crescem normalmente, apoiadas pela familia, amigos e os
vizinhos.

Como é logico as dificuldades do dia a dia são muitas porque o fáctor
económico pesa muito na vida delas; cabe aos pais, a família, as
autoridades, os amigos e especialmente a comunidade em geral  dentro
e fora para que haja um concenso melhor de soladariedade entre todos
a fim de minimizar e proporcionar estas crianças com oportunidades de
continuarem para um futuro condigno.

Neste aspécto o exémplo do amigo Tony Andrade, um  professional e
comunitário que trabalha na empresa Haemonetics Corporation, como
Sr. Field Service Engineer, tem um plano de fazer uma diferença
positiva para com as crianças de Estância Roque e não só.

Da sua ultima visita a Cabo Verde, onde inteirou e conviveu com muitas
crianças, trouxe imagens que retrata os momentos passados que
esperançadamente vai servir de incentivo para muitas pessoas.

O Sr. Tony Andrade, numa conversa com alguns membros da
Associação Projécto Santa Catarina Fogo, (APSCF) informou que
recebeu um prémio ou donativo de um bom valor da empresa
Haemonetics Corporation e que vai usar este fundo na sua próxima
viagem a Cabo Verde para solidarizar com as crianças de Estância
Roque e que ele pessoalmente vai destribuir estes fundos.

Apos ter sido informado sobre  o serviço comunitário da  (APSCF) Tony
Andrade, aceitou ser membro activo desta associação para uma
colaboração estreita entre ambos em prol das crianças de Cabo Verde.

Contamos brevemente dar mais informação sobre a carreira e projectos
do amigo Antonio Andrade.
J. F. - www.topicos123.com - 14 Agosto 2014
WIDTH 870
8 Nov 2014
                         SOLIDARIEDADE COMUNITÁRIA

A obrigação e a riprocidade que temos para com a comunidade
deve reflectir sempre positivamente num contexto social
progressista liberal, isenta de certos conceitos politico partidarios
prejudiciais que muitas vezes dificulta o engajamento saudável e
uma melhor agremiação.
Imagens da última reunião da Associacao Projécto Santa Catarina
Fogo-USA e da encomenda que já está no armanzem pronto a
seguir para as crianças em Cabo Verde, desta vez mais
precisamente para Estancia Roque no concelho de Santa Catarina
ERUPÇÃO VULCANICA DE 23 NOVEMBRO 2014  Ver
imagens
www.topicos123.com  é um portal da comunidade e para comunidade, o obéctivo principal é unir cada
vez mais a comunidade, todos serão benvindos independentemente da convicção politica ou religiosa.
Topicos123 não assume ou responsabiliza por nehum conteudo que nao seja de acordo com a filosofia
da sua criacao e  reserva  todos os direitos neste sentido.
5 Agosto 2015
                     A FAVOR DA COMUNIDADE

A Associação Projecto Santa Catarina Fogo-USA e a
Capeverdean Association Friends USA, ambas associações
comunitárias e não lucrativas, dedicadas a servirem a
comunidade, uma véz mais os seus membros reuniram ontém 3
de Agosto, onde abordaram importantes temas relacionadas com
a comunidade.

O primeiro tópico da agenda estava as encomendas que foram
enviadas para as vítimas da erupção vulcânica em Chã das
Caldeiras que se encontram há mais de cinco meses na
alfandega em São Filipe apesar dos esforcos que foram feitos
pelos membros destas associações aqui nos USA e em Cabo
Verde.

O fácto de algumas mercadorias de consumo alimentar e que
estão retidas na alfandega já expiraram a data de uso, torna se
mesmo numa situação anormal devido a burocracia reinante na
ilha do Fogo em que quase tudo, tem que ser autorizada pela
Praia.

Outro tópico descutido foi os preparativos do convívio cultural
com um Cookout no dia 23 de Agosto, na cidade de Brockton no
Edgar Park um recinto comunitário agradável e amplo onde vai
estar presente a segurança da cidade.

Para finalizar, muitos membros receberam cartoes de sócios da
APSCF-USA e outros vão serem distribuidos e alguns estão
sendo encomendados.
APSCF-USA

Click for Praia, Cape Verde Forecast

Temperatura em Cabo Verde


                  SINAIS NEGATIVOS DOS TEMPOS

O ataque terrorista de ontém 13 de Novembro 2015  em Franca,
provou uma vés mais a instabilidade social critica que o nosso Mundo
está a atravessar em que a paz e a harmonia esta sendo
constantemente ameacada sem certeza até quando vai melhorar.

Tendo em conta as últimas décadas, a situação global piorou a ponto
de as autoridades já não estão a poderem  controlar tudo e garantir a
harmonia e a segurança nas comunidades como é o caso do atentado
em Paris.

Alguns dizem que são sinais dos tempos que está revelado  na Biblia e
que verdadeiramente tem de acontecer;  outros dizem que desde os
primírdios da humanidade a violência praticamente tem sido
constasnte.

Seja como for, as mudanças, as hegemonias, as maldades estão
causando muitos males a sociedade.
Neste momento especial da existência do Homem no planeta Terra,  
onde o querer,  a inteligência e a tecnologia está levando a
descobertas e conquistas de outros planetas, procurando segredos
que podem não ser encontrados,  tudo indica que a vivência continua
sendo mais intrigada e menos conformação.

A disparidade social reinante e o sistema equitativo economico
universal onde os bens ou a riqueza continua estar do lado do
chamado um por cento da população aumentando dia a dia a
desigualdade entre as camadas da sociedade criando assim o
desespero para a sobrevivencia tudo intercalado numa programação
humana onde a solução cada vez mais parece ficar mais distante.

As guerras frias que estão sendo feitas, as guerras religiosas que
estamos assistindo,  as calamidades naturais e humanas que
diariamente estão acontecendo, leva nos a pensar qual é o propósito
dos lideres referente a nossa existência.

Entre todos   estes males que estamos assistindo, a conformidade e a
paz interna, deve estar sempre presente em nós para se poder superar
diariamente as circunstancias, trazendo assim mais harmonia nas
nossas vidas.  Devemos estar sempre cientes e conscientes nos
momentos críticos para se poder preserverar;  nao devemos estar
nunca  convencidos de que algo pode não  passar, porque tudo
mudou. Assistitr um evento público, como jogos, ir para as igrejas,
escolas  ou outras instituições religiosas, ir aos super-mercados ou as
lojas, já não está como dantes, as autoridades competentes sabem
que poucas medidas estão a ser implementadas, os interesses
especiais neste caso, estão dando lugar a outros interesses politicos
tudo em honra da chamada Liberdade, uma Liberdade fiticia que cada
vez mais esta sendo condicionado.

Pagar para proteger ou arranjar segurança nas entradas dos recintos
publicos e privados destes lugares devia ser o mais urgente  
implementado para deter criminosos e terroristas mas, infelismente
pouco ainda estão sendo feitos.

O que estasmos assistindo, não são coincidências mas sim, algo
programado que está  a cumprir  perante nossas vistas e que a
solução parece bem distante a não que as consciências mudam para
um relacionamento pacífico.
J. F.
15 November 2015 2015
18 Dez 2015

                SOLIDARIEDADE COMUNITÁRIA

Muitas vezes não pensamos nas necessidades básicas que outras
pessoas tem como os nossos vizinhos, familiares, amigos ou
mesmo desconhecidos que diariamente estão condiconados de
muitas maneiras , princpalmente quando estas pessoas sofrem de
anomalias físicas, cognitivas ou mentais.

A comunidade e a solidariedade, devem estar de mãos dadas
quando realmente a necessidade é premente e crítica como a
situação da Senhora Natália Alves Barros, que numa carta anexada,
enderecou um pedido de ajuda referindo a sua crítica situação  que
ela vive diariamente.

Natália, uma pessoa amável como uma outra qualquer mas com
uma dificiencia física, mora em Cova Figueira, freguesia de Santa
Catarina, Fogo, Cabo Verde, com suas irmãs numa casinha que a
mãe deixou antes de morrer.  As condições higiénicas e sanitárias
de saúde que ela vive é muito lamentável porque a pequena casa
não tem um quarto de banho para suas necessidades pessoais.

Natália, durante muitos anos não tinha uma cadeira de rodas de que
tanto precisava mas, com a boa vontade da comunidade, a
Associação Projécto Santa Catarina Fogo-USA, conseguiu enviar
uma que lhe possibilitou mais mobilidade.

Nesta quadra festiva que estamos atravessando, a solidariedade
para com Natália para que ela consiga seu objéctivo de melhorar o
seu dia a dia, seria mesmo apreciada e recompensada de alguma
maneira.
J. F.    
21 Dez 2015
          HISTÓRIA CULTURA E A COMUNIDADE

Ontem a noite dia 19 de de Dezembro de 2015, no Restaurante
Luanda, em Brockton, a comunidade Santacatarinense da ilha
Fogo e nao so, esteve presente no acto de apresentacao do livro
do professor e historiador Alberto Nunes, Cha das Caldeiras,
Historia Cultura e Potencialidades desde os anosde 1912 a 2024
uma obra historica que retrata bem a vivencia e convivencia de
Cha das Caldeiras.

Com uma casa cheia e na excelente apresentacao da obra pelo
economista Claudio Veiga e do jornalista Valdir, que fizeram uma
resenha desta grande obra literaria que deve ser muito bem
apreciada e divulgada para a comunidade.

Ao usar da palavra o Dr Nunes, descreveu em sinteses. as
dificultades e os esforcos que encontrou para completar esta obra
a todos os titulos louvaveis que vai enriquecer a cultura Foguense
e nao so e que deve ser um objecto de estudo para os mais novos.
Parabens ao amigo professor Nunes.

Este livro sobre Cha das Calddeiras, segundo muitas fontes esta
tendo muita procura e tambem de acordo com opinioes muitas
pessoas nao foram informadas sobre este importante evento e
espera se que da proxima vez o PA seja melhor difundido apesar
de que o recinto estava completamente cheio.

A seguir algumas imagens desta grande e historica noite de
apresentacao da valiosa obra do professor Alberto Nunes.
Chã das Caldeiras
1912-2014
História, Cultura e Potencialidades de Alberto Nunes
Apresentação
Por Cláudio Veiga - 19 de Dezembro, de 2015

Alberto Nunes, é um amigo. Ele, há por ai um mês, enviou-me uma
mensagem a pedir-me para, numa dupla  com o meu também
amigo Valdir Alves, apresentarmos o segundo livro dele, Chã das
Caldeiras – História Cultura e Potencialidades  - 1912-2014, aqui
no restaurante Luanda.  Respondi-lhe, também , com uma
mensagem, via “Facebook”, que me sentia honrado pelo convite,
mas que não tinha lido o dito livro ainda e, curioso, pedi-lhe logo
informações de como poderia consegui-lo.
Não estava certo de querer estar envolvido na apresentação de um
livro pois, não me parece que tenho jeito e nem  competência para
isso mas, o convite de um amigo que me honrou pela confiança que
mostrou depositar em mim e o titulo do livro que me despertou logo
a curiosidade trabalharam o meu espirito e convenceram-me a estar
aqui hoje para apresentar ainda que muito rápido, porque só tenho
dez minutos,  o que acho deste livro do meu amigo Alberto Nunes.
Pelo titulo, Chã das Caldeiras - História, Cultura e Potencialidades -
1912 a 2014 é, já, um livro ambicioso, porque se propõe debruçar
sobre a história, a cultura e as potencialidades da dita localidade.
Três matérias  distintas que requerem muito trabalho e, ainda por
cima, acerca de uma região sobre a qual existem poucos registos
escritos. Aliás, os poucos registos existentes, nas muitas das vezes,
não são de fácil acesso, porque se encontram em livros, estudos e
artigos que, em grande parte dos casos ou, estão esgotados ou,
então, encontram-se dispersos entre os arquivos centrais da Praia e
de Lisboa.
Leia mais...
A situação de Chã das Caldeiras está sendo um ponto bastante crítico
onde a comunidade continua dispersa depois de mais de um ano da
erupção vulcânica.
Na óptica dos políticos divergem se ideias mas, na realidade, é o que
estamos vendo, sofrimentos, angustias, miserias e revoltas de uma
comunidade que quer ser tratada exactamente como uma outra.
Isso pode se dizer mesmo, é uma vergonha nacional em Cabo Verde.
7 Fev 2016
ASSOL GARCIA A ARTISTA REVELADORA DA MUSICA E
CULTURA CABO-VERDIANA

Imagens da noite de gala da artista Assol Garcia na apresenacao do
seu CD Alma di Minino, no Restauarante Santana em Brockton
Massachusetts.

Assol Garcia uma artista tradicional Caboverdiana que esta
gravitando bem alta entre outras estrelas da musica e cultura criola
com perspectivas excelentes de vir a ser internacionalmente
conhecida.

Ver mais imagens em
PICASSA
              AVISO PARA A COMUNIDADE

Da gentileza da professora Ruth, recebemos fotografias dos aluno/as
da sua escola que agradecemos e apresentamos a comunidade.
Muito obrigado
APSCF-USA
Estes sao os nomes dos alunos da Professora Ruth em Cova Figueira
Selisa Andrade -- Edmilson Monteiro--Marcos Lopes--Diva
Sanches--Gostava Gomes--Gostavo Gomes--Fabiana
Rodrigues--Fernanda Rodrigues--Zufina Moreno
Rubem Andrade--Joaquim Barros--Pedro Fernandes--Neuliana
Lopes--Miqueila Andrade--Djeny queila Fernandes--Lisandro
Andrade--Vando Da Silva--Elizandro Andrade--Tiana
Gonsalves--Ivandro Do Rosário--Emaly Gomes--Erickson
Pires--Emilisa Barbosa--Inácio Monteiro--Mônica Fernandes--Anilson
Barros --És tem 8 a 9 anos--Fase de segundo ano.
15 Agosto 2016
FESTIVAL CABO-VERDIANO 2016 ONSET FESTIVAL USA
         ENTENDER REGIONALIZAR CABO VERDE

O arquipélago de Cabo Verde é formado por  dez ilhas divididas em
duas partes Sotavento e Barlavento sendo todas estas ilhas dotadas
naturalmente com excelentes características para o desenvolvimento
quando bem aprooveitadas.

Toda gente sabe que a reorganização territorial e política em Cabo
Verde não é equitativa quer dizer que algumas ilhas foram favorecidas
politicamente e economicamente e outras ficaram em desvantagens o
que não favorece um melhor desenvolvimento.

O conhecido autor Carlos Lopes, debruçando muito sobre este
importante tema, resolveu escrever em detalhes o livrro  Regionalizar
Cabo Verde e Governar Junto do Povo  que devidamente esclarece as
vantagens de um Cabo Verde mais em linha com a democracia e o
direito que todas as ilhas devem ter em pé de igualdade para um
melhor desenvolvimento.

Nesta ordem de ideiia inteira mais para estar presente no lançamento
desta grande obra literária de Carlos Lopes no dia 9 de Junho 2017
Sexta feira a noite as 7 horas no Morabeza situado em 581 Main
Street, Brockton, MA 02301.   
J. F.
27 May 2017
10 Junho 2017
  REGIONALIZAR CABO VERDE UMA NECESSIDADE

Algumas imagens no Morabeza em Brockton referente ao lançamento
da voliosa obra literária do escitor e político Carlos Fortes Lopes,
intitulado Regionalizar Cabo Verde,  retratando um tema de vital
importância para o descongestionamento social-económico e político
das ilhas em Cabo Verde onde a descentralização e o monopólio
bi-partidário deve ser encarado como um impasse para dar chances a
um desenvolvimento mais equitativo onde todos devem ter as mesmas
oportunidades garantidas na Constituição.
 
  FAN PIER BOSTON E OS TALL SHIP - CARAVELAS

A histórica e  inovadora cidade de Boston sempre está a frente dos
acontecimentos principalmente na cultura e tecnologia.

Esta semana como tem sido costume durante anos Boston tem sido
capital da cultura dos USA, trazendo o melhor doutras nações num
intercâmbio inter-cultural e histórico com mais de sessenta   
maravilhosos Tall Ships ou Caravelas que durante uma semana
estarão trazendo o melhor das suas culturas e amizades para este
especial e receptivo povo de Boston.

Ontém no Fan Pier um  da  muitos famosos cais desta cidade as
caravelas estavam estacionadas abertas ao grande público
prporcionando inolvidável oportunidade de intercânbios culturais a
toda gente num ambiente  tranquilo e muito acolhedor.

Num dos muitos lugares de apresentação como não podia deixar de
ser, estava a famosa e histórica Ernestina que bem ligou Cabo Verde
e os USA perservando importantes laços de amizade que continua
tranzendo viva história entre estas duas especiais culturas.

Numa pequena conversa com o pessoal representando Ernestina,
fiquei a saber de alguns fáctos interessantes na pessoa de um
Americano que sabe nomear algumas ilhas de Cabo Verde e tambem
faz parte da equipa que está fazendo um programa de angariação de
fundos  com perspectivas de conseguir cerca de 300 e tal mil dollars
puara o projécto Ernestina para perservar ou conservar esta histórica
reliquia maritima cultural.
J. F. - 19 Junho 2017
Fotos Felisberto Semedo
www.topicos123.com
               PROFILE DE UM COMUNITÁRIO

Valdemiro Gomes, conhecido familiarmente por Orlando Nhonho de
Júlia, nasceu nos anos de mil novecentos e cinquenta na então
povoação de Cova Figueira hoje elevada cidade no concelho de
Santa Catarina, Fogo, Cabo Verde, filho de Manuel Gomes e Aida
Nunes, teve uma infancia empolgante e responsável, rodeado da
família e amigo/as, frequentou a escola primária de Cova Figueira
com excelente aproveitamento e depois de algum tempo foi chamado
para cumprir serviço militar nas então chamadas colonias
ultramarinas  depois, voltou a Cabo Verde de onde emigrou para
Portugal com a família tendo trabalhado muitos anos neste país e por
fim fixou residência nos EUA concretizando assim seu sonho de
morar na terra do Tio Sam onde veio a aposentar logo a seguir de
muito tempo de labor.

Valdemiro Gomes, durante todas estas andanças da vida nunca
esqueceu da sua origem e cultura; envolveu de diversas maneiras na
sua comunidade e não só, participando e ajudando a familia, os
amigo/as e todos aqueles que de uma maneira ou outra necessitam.

Valdemiro Gomes voltou para Cabo Verde para fixar residência com a
sua família e realizar o seu pensamento de envolver mais
naturalmente no desenvolvimento da sua terra integrando e
convivendo de uma maneira própria com a Natureza que ele ama e a
sua comunidade.

Ao amigo e condiscipulo Valdemiro Gomes desejamos felicidades na
sua vida futura e que continua trazendo novidades, imagens e
morabeza do nosso Cabo Verde.
J. F.
31/07/28017
www.topicos123.com
IIMAGENS DAS PESSOAS, DOS ANIMAIS, DAS COISAS DOS
LUGARES E DA NATUREZA QUE NOS LEMBRA DO PASSADO
PRESENTE E DO FUTURO.
IMAGENS FEITAS POR VALDEMIRO GOMES DESDE DJARFOGO
CONCELHO DE SANTA CATARINA  
                INCENTIVAÇÃO COMUNITÁRIA

SANTA CATARINA EMIGRAÇÃO POLÍTICA E BUSINESS

A emigração é um dos fáctores mais importantes para sub-existencia e
desenvolvimento do Concelho de Santa Catarina na ilha do Fogo em
Cabo Verde.

Os Santacatarinenses desde o século passado everendaram para longe
com objectivo de encontrar mais oportunidades para ter um melhor nível
de vida e ajudar a família e a sua comunidade.

Neste sentido os paises como Dakar Senegal, Holanda, Luxenburgo,
Cuba, Portugal e sobretudo os EUA e tantos outros foram os que mais
acolheram os nossos emigrantes.

Nunca devemos esquecer as receitas que os emigrantes contribuiram e
estão a contribuir para o sustento e desenvoolvimento social e
economico deste concelho.

Agora estamos noutros tempos com novas dinâmicas, novas tecnologias
melhores oportunidades e uma nova maneira de fazer politica; tudo isso
deve catapultar o concelho de Santa Catarina a seguir mais rapidamente
para o desenvolvimento desejado por todos.

Nada vamos ganhar com a divisão politica. estamos vendo muitas
tentativas e imisquação politica a favor de interesses turbos e pessoais
que usam estratagemas ou tácticas que em nada vai trazer beneficios
para os Santacatarinenses.

Devemos estar francos connosco mesmos e evitar inverdades mas sim a
realidade e transparência.

Uma das maneiras que muitos tentam usar e implementar é usar
partidarismo politico para dividir em vez de unir; nada ganhamos para
andar neste caminho, bem pelo contrário, ficamos separados de
diversas maneiras. Todos tem a sua própria convição politica ou
religiosa mas, isso devia ser respeitada e aproveitada para fortalecer
relação para uma melhor amizade.

Devemos ver Santa Catarina como um todo politicamente e socialmente.
Os governos...
Leia mais em...

ACREDITA NA SUA OPINIÃO

Bu-opinião ou a sua opinião sempre conta na sua vida, na sua família e
na sua comunidade. Você pode pensar que não conta mas, a verdade é
que conta mesmo.

Todos paricipam de uma maneira ou outra; até aqueles que pensam
não participar estão mesmo a fazer isso sem darem conta porque onde
quer que se encontra a sua presença conta.

Na sua sociedade ou comunidade que se encontra, os políticos e
representantes contam consigo; sem voce/s ele/as não existiriam;
portanto depende da vossa existência para existirem.

Nenhum partido político ou qualquer governo, pode fazer tudo sem
errarem; por mais que expressam que um é melhor do que o outro, tudo
depende da perspectiva ou da opinião de cada um e dos resultados
obtidos.

Não deixa nenhum politico, partido ou governo enganar ou contradizer
a sua consciência ou a sua ideia se acretita mesmo que está certo,
actua de acordo com aquilio que fica ou vai ficar bem e que pode trazer
melhoramento, prosperidade, igualdade ou desenvolvimento para a sua
comunidade.

Na política, a verdade nunca é absoluta, há sempre a conduta da
disputa entre ideologias que momentariamente satisfaz a parte
interessada mas, com a rodagem do tempo, tudo se transforma
satisfazendo a lei natural da mudança.

Em Cabo Verde, um país dito e reconhecido democrático onde a
democracia ainda é muito jovem com menos de cinquenta anos de
idade e sempre perseguida pela corrupção política partidária eleitoral
bem latente que está a desentivar uma boa parte dos eleitorados
resultando numa grande percentagem de abstenção de votantes que se
não for ractificado pelas autoridades competentes poderá fragilizar
profundamente a democracia.

Nos tempos eleitorais em Cabo Verde toda gente sabe que a
concorrência e a manipulação eleitoral de compras de votos é bem
organizada e orquestrada pelos agentes a mandos dos políticos que a
todo custo difarçam em nome da democracia com o principal objectivo
de chegarem ao poder.

Esta pratica está fragilizando e pondo mesmo em perigo o processo
eleitoral em Cabo Verde; a comissão eleitoral embora sabendo desta
prática que os agentes de manipulação de consciências sempre
actuam neste sentido pouco está fazendo para acabar  com esta
artimanha eleitoral contribuindo assim de uma maneira ou outra para
preservação desta prática illegal eleitoral.

Cabe as autoridades competentes, aos bons politicos, a comunidade e
todos aqueles que acreditam numa democracia transparente e não
somente em palavras para procurarem eliminar da sociedade
Cabo-verdiana este mal que está ficando cada vez mais dificil de
erradicar no nosso processo eleitoral evitando assim a possibilitade de
Cabo Verde vir a ser uma República de Banana. J. F.  01/23/2018
http://www.bbc.com/news/science-environment-43388870
<iframe width="400" height="500" frameborder="0"
src="http://www.bbc.com/news/av/embed/p0615096/43388870"></iframe>

https://www.youtube.com/watch?v=2UJ2YGpEkJY
16/03/2018

    A BAZÓFIA DA Câmara Municipal Santa Catarina

Muita gente consegue ver de longe antes de ver o que o rodeia. Eu
faço ao contrário para vos convencer que tanto esta Câmara, como o
Governo estão numa grande bazófia. Eu detesto bazófia e por isso às
vezes fico irritado porque a responsabilidade dispensa bazófia.

Se fosse realmente sérios teriam tomado outros caminhos que não
estes. Continuam a negar a própria realidade, e assim será dificil
maneja-la sem acidentes. Moro aqui bem perto da Delegação do
Parque Natural Do Fogo, onde alberga duas organizações embora o
edifício iria suportar três instituições mais a Polícia, a única que neste
momento ainda não se alojou, talvez por acharem como eu, de não
haver condições de trabalho. A Delegação da Câmara sendo ela uma
única pessoa, o Delegado, e quatro funcionários do Parque Nacional
do Fogo , incluindo o motorista que os trazem todos os dias.

Hoje está encerrado o edificio, numa quinta feira, véspera do fim de
semana, levando sua função de levar ao maximo , o Serviço pra o
inglês ver. Pelas informações que tenho de fontes dignas o edificio
não está servido de água e a permanência de pessoas não faz
sentido. Estes funcionários podem estar a sofrer bowling, estarem
calados sem condições há três meses. Aqui tudo se faz com a devida
lentidão . Na semana passada foram buscar os contentores verdes,
que há mais de um ano não servia sua função (foi mandado para Chã
das Caldeiras como solução de abastecimento de água que
criticavamos), parece que foram ligados na traseira . Mas ainda nada.
Agora imaginem minha gente. As autoridades mandaram para esta
zona especial,
mais 5 pessoas para se entenderem sozinhos onde...
Leia mais..  Danilo Fontes
14/03/2017  
STEPHEN HAWKING UM DOS MAIORES ASTRO FISICOS DE
TODOS OS TEMPOS

Hawking o homem cientista, deixou fisicamente o nosso Planeta tendo
deixado

a sua legacia no campo cientifico que ajudou a desvendar misterios do
Universo e o seu funcionamento.

Leia mais sobre a vida e obra de Stephen Hawking em.....
MORREU STEPHEN HAWKING IDADE 76
16/03/2018
      
ILHA DO FOGO E A SUA CONSTANTE SINA POLÍTICA

Depois do mau ano agrícola na ilha do Fogo e em todo Cabo Verde
que originou consequências gravíssimas com efeitos agudos na maior
parte da população que continua a abraços sem saber como sustentar
a familia que dependia da agricultura, de animais e outras formas
caseiras de sobrevivência, o governo agora vem ponderando aumento
de taxas nas utilidades públicas que logicamente vai agravar ainda
mais esta grave situação.

Os governantes devem ponderar as consequencias de uma melhor
maneira, mais social e menos politica a fim de minimizar o sofrimento
nas comunidades.
Ilha do Fogo: Equipa técnica de ARE estará na ilha no decurso deste
mês para recolha de dados para elaboração de nova proposta tarifária
16 Março, 2018 Água, consumo de água, Eficácia energética, ilha do
Fogo


São Filipe, 16 Mar (Inforpress) – A pedido da empresa intermunicipal
de águas, Águabrava, uma equipa técnica da Agência de Regulação
Económica (ARE) estará na ilha do Fogo no decurso de Março para
recolha de dados para elaboração de uma nova proposta tarifaria de
água.

“Há seis anos, desde Abril de 2012, que a Águabrava não actualizou a
tarifa de água nas ilhas do Fogo e da Brava, apesar de altos e baixos
do aumento de energia e dos combustíveis e da ARE ter aumentado o
preço de água por duas vezes”, disse o administrador/delegado, José
Rodrigues, observando que após a apresentação da nova proposta a
direcção da empresa vai decidir.

Para José Rodrigues, a tarifa comercial praticada pela Águabrava
permite a empresa ter alguma folga para garantir a manutenção do
sistema e substituição dos equipamentos, à medida que o tempo útil
de vida termina.

São os casos de contadores, de cinco em cinco anos, e as bombas, de
10 em 10 anos, pelo que, na sua perspectiva, não há necessidade, de
momento, de aumentar a tarifa de água nas duas ilhas.

De acordo com o responsável, a Águabrava, enquanto empresa
pública, o seu objectivo principal não é a obtenção de lucro, mas
prestar um serviço de qualidade, disponibilizando água em qualidade,
quantidade e com regularidade à população.

José Rodrigues esclareceu que se o objectivo primeiro fosse o lucro, a
empresa não praticava tarifas sociais (muito abaixo do custo de
produção) e nem ligações domiciliarias grátis.

A aposta maior da empresa, indicou, passa pela implementação de
projectos de eficácia energética que permitem reduzir, em 70 por cento
(%), o consumo de energia convencional, eficiência na facturação e
cobrança e no combate a perdas comerciais e físicas. Em relação à
eficiência energética, a empresa iniciou no ano passado.. veja a
 

A SEMANA
28/03/2018
HOSPITAL AGOSTINHO NETO - PRAIA - CABO VERDE
UMA PRÁTICA ANTI-SOCIAL E ILEGAL

Cuidados médicos em Cabo Verde deixa muito a desejar; por um lado e
sem margem para dúvidas houve progressos em muitos séctores mas, o
que ofusca este aparente desenvolvimento é a prática de atendimento
anti-social e illegal que reina constantemente nesta instituição hospitalar
na capital de Cabo Verde.

Toda gente sabe que a discriminação e o direito de ter cuidados
médicos em Cabo Verde colidem a favor dos chamados padrinhos que
aproveitam da situação para tirarem vantagens pessoais e assim
prejudicarem conscientemente as pessoas que precisam de cuiddados
médicos.

O governo sabe muito bem o que está a passar no Hospital Agostinho
Neto; recentemente o Primeiro Ministro, fez menção a este respeito mas,
como não é a primeira véz o status-quo vai continuar.
Há casos gravíssimos que não devem ser postos de lado quanto estão
relacionados com as vidas das pessoas.

Cerca de menos de dois meses, um caso flagrante que deixou a
comunidade em constragimentos, passou com uma pessoa da ilha do
Fogo, residente em São Filipe. Este indíviduo, já de idade avançada,
estava e continua a precisar de cuidados médicos hospitalares.

Viajou desde a cidade de São Filipe, Fogo por mais de duas vezes de
emergência para a cidade da Praia para marcar consulta e obter
cuidados médicos no hospital central. Foi dito que não havia camas e
que tem que ....
LEIA MAIS EM.....
                 BOM SABER SOBRE EMIGRAÇÃO
                      A FAVOR DA COMUNIIDADE

Ultimamente na nossa comunidade muitas pessoas estão preocupadas
com buatos ou notícias falsas relacionadas com a emigração sobre as
famílias que fizeram ou estão a fazer petições para seus relativos em
Cabo Verde ou outros países e que estão a dizer que as famílias que
estão legais nos EUA e que não estão a trabalhar ou estão a receber
recursos ou ajudas do governo não podem trazer ou fazer petições com
o fim de receberem vistos no consulado dos EUA.


Esta afirmação ou buatos são totalmente falsas e não é verdadeira.
Desde que uma pessoa está residindo legalmente ou tem a Cidadania
Americana, tem o direito de fazer a família que está dentro ou fora deste
país uma petição e no fim receber respectivo visto de entrada.


Os serviços da emigração dos EUA tem um Formulário chamado I-864
que é chamado um Termo de Responsabilidade (I-864, Affidavit of
Support Under Section 213A of the INA) que a pessoa que está fazendo
uma petição tem que fazer depois da petição estiver aprovada. No caso
de a pessoa que está fazendo petição tem pouco recursos financeiros
ou não está trabalhando ou está recebendo apoio do governo e que não
qualifica, tem a alternativa de arranjar um outro sponsor para fazer o
Formulario I-864 que pode ser qualquer outra pessoa que tem
condições financeiras e responsabilizar para prevenir quando a pessoa
chegar os EUA não vai ser um encargo público ou procurar receber
ajuda do governo.


Tem um outro formulario I-864A, chamado um Contracto Entre um
Responsável que fez a petição e um outro Membro Familiar (I-864A,
Contract Between Sponsor and Household Member) que pode estar a
viver junto ou fora da residência e que pode servir desde que tenha
meios financeiros suficientes para reforçar o Termo de
Responsabilidade ou uma Fiança.


No momento da entrevista a pessoa tem que estar preparada para
apresentar evidências e saber responder as perguntas que
normalmente são formuladas nesta hora de visto.


Por exémplo, a pessoa que aplicou para o visto tem que saber ou estar
consciente em que condições está recebendo o visto; deve saber quem
responsabilizou seu visto ou estadia nos EUA.


Portanto pondo os buatos á parte é sempre bom estar bem informado,
preparado e não acreditar em noticias falsas.


J. F.
1 Maio 2018
EMIGRAÇÃO O DILEMA NATURAL HUMANO
                         NÓS E A NOSSA  CULTURA

Noite de São João em muitas partes no mundo português se celebra de
muitas maneiras conforme a tradicação popular de cada um mas
sempre com o mesmo sentido de confraternização e cumprir com as
promessas prometidas e pedir que os desejos desejados sejam também
cumpridos u sucedidos.

Algumas décadas no passado, num sítio muito pequeno, bastante
querido e lembrado, em Cova Figueira, ilha do Fogo, Cabo Verde, eu era
já apenas uma criança de 5, 6, 7 anos que juntamente com os
amiguinho/as, familiares que nestas noites de São João, brincávamos,
sonhávamos e celebravamos a alegria, fantasia, a esperança de mãos
dadas e formulávamos votos junto das fogueiras luminosas nas noites
escuras dizendo: São João São João, Sarna na lume Saúde no corpo
“Sandjon – Sandjon, Sarna na lume Saúde na corpo” .

Depois das fogueiras luminosas vinha as magias de quebrar o ovo num
copo de vidro com água e depois cobrir com um pequeno pano ou papel
para esperar até outro dia e logo ao amanhacer, então a curiosidade era
grande de ver o copo, água e ovo transformando e pré-dizende o que ia
acontecer. Se a amostra for idéntico a um navio com mastro, então o
preságio ou resultado era viajar certo e bem rápido mas, se a amostra
não registar nada e se o ovo ficasse só no fundo, então a alternativa era
esperar para o novo ano e numa outra noite de São João.  

J. F.
EUA 23 Junho 2018
CABO VERDE SUA INDEPENDENCIA SUA DEMOCRACIA E SUA
LIBERDADE

Referindo o presente e o futuro de Cabo Verde, estamos a esquecer um
pouco o quanto custou para que esta realidade concretizasse. A força de
tudo isso, foi a vontade popular daqueles que inquebrantavelme
acreditaram e muitos que deram suas próprias vidas para que podemos
desfrutar daquilio que estamos a viver hoje quer seja pelo bem ou pelo
mal mas, com a propria e livre escolha.

Não podemos dizer com certeza que tudo está certo e nem tão pouco
falar que estamos num bom caminho porque ainda não somos
idependentes em relação a nossa sobrevivência como um país auto-
suficiente porque estamos altamente dependentes de outros.

Claramente as últimas eleições provaram que a grande maioria está
descontente e nem acreditaram no poder de voto refugiando numa
grande abstenção que mostra desinteresse, desánimo político e apatia
democrática.

Por mais que estamos a acreditar nos nossos políticos as dúvidas
continuam porque eles mesmos não estão conscientes da realidade do
passado, do presente e do futuro. Os exémplos abundam e muito
conhecido.  
Na língua portuguesa aprendi a mantra “Celebrar o passado e construir
o futuro” isto quer dizer que devemos valorizar os nossos feitos e
preparar melhor para ir para frente.

Cabo Verde, um país insular e dependente onde as ilhas são separadas
fisicamente separadas fáctor que continua prejudicando o
desenvolvimento e onde a sua diáspora continua sendo a esperança do
seu futuro mas a extrema polarização política está tomando outro cariz a
ponto de desvalorizar o nosso passado e pondo dúvidas no dia a dia.

A política partidária não devia  prejudicar mas bem pelo contrario, podia
ser muito melhor entendida se os nossos líderes tivessem a faculdade
de serem humildes e não arrogantes para pelo menos verem a nossa
própria realidade.

Muitas vezes os rótulos partidários são prejudiciais e muitas vezes não
conrespondem a verdade.
A ignorâcia política de dizer que o PAICV, o MPD, o UCID etc nada fez
ou nada está fazendo está a ter efeitos negativos na nossa fragil
democracia e a culpa de tudo isso cai nos políticos que antes de
tomarem o poder tudo está pré-alinhado para preservarem este direito a
todo custo.

Talvés se existissem um consenso de melhor respeitar e valorizar
aqueles que verdadeiramente provaram ou estão a provar na realidade
que o bom trabalho e a política pode coexistir independentemente e
pacificamente das cores partidárias Cabo Verde, estaria em melhor
posição de enfrentar o futuro com mais garantia.

Viva independencia de Cabo Verde e mais democracia e menos
burocracia.
J. F.
Radolph MA EUA
4 de Julho 2018
www.topicos123.com
VIVA INDEPENDENCIA DOS EUA E CABO VERDE
20/07/201

CABO VERDE E A DEPORTAÇÃO DOS  EUA - SOLUÇÃO TIRA A SUA
CIDADANIA E C V DEVE FAZER MAIS NESTE SENTIDO

Emigração: 42 cabo-verdianos nos Estados Unidos foram deportados do início do ano a
esta parte

Cidade da Praia, 18 Jul (Inforpress) – Um total de 42 emigrantes cabo-verdianos nos
Estados Unidos foram deportados para Cabo Verde desde o início do ano a esta parte,
afirmou em entrevista à Inforpress o embaixador Extraordinário e Plenipotenciário do
arquipélago naquele país, Carlos Veiga.

Segundo o diplomata, as ilhas escolhidas para acolher esses emigrantes são Santiago,
São Vicente, Boa Vista, Fogo e Brava, sendo que a ilha do Fogo recebeu a maioria dos
deportados.

Lembrou, contudo, que no ano passado teve apenas 29 casos de repatriados.
Segundo Carlos Veiga, desde a sua chegada aos Estados Unidos os casos ocorridos de
deportação com documentos emitidos pelas representações de Cabo Verde referiram-se
apenas a casos criminais, por homicídio, assaltos, tráfico e posse de drogas…               
Veja mais em
CABO VERDE CONSULADO E A COMUNIDADE
HIPOCRISIA POLÍTICA DO MPD NA COMUNIDADE DOS EUA

Este artigo não está relacionado com nenhuma cor política mas sim,
com o direito de expressar e expôr aquilo que não está certo na
comunidade onde os políticos vem fazendo promessas ou ludibriando
ideias no sentido de preservarem o poder; sem contudo darem conta
que com manipulação ou estrategia de preservar, sem contudo darem
cumprimento, vai contra a inteligência das pessoas e no fim os
resultados podem ser bem diferentes.


Passado quase três anos a nossa comunidade aqui nos EUA, continua
sobre o braço de ferro dos políticos relativo aos serviços consulares de
Cabo Verde nos EUA, continuando com uma partica particular de uma
politica em torno de uma centralização de poderes sem ter em conta as
necessidades da comunidade e das pessoas que nela vive.


O Consulado Geral de Cabo Verde nos EUA, em véz de descentralizar
e facilitar os serviços consulares públicos, continua operando no
sentido de perpetuar uma ditadura politica pré existente e centralizada
directamente vinda de Cabo Verde com o simples propósito de tirar
dividendos financeiros apoida na força do poder politico, prejudicando
assim os direitos democráticos das pessoas.
Numa conversa telefónica de um novo notário público há cerca de três
semanas passadas, dirigida a uma representante oficial no Consulado
de Cabo Verde na cidade de Quincy, Massachusetts, a resposta
recebida da Sra Paula Barbosa foi: “Não estamos aceitando novas
inscrições de novos notários públicos e nem dos outros previamente
inscritos neste consulado devido a decisão governamental do Ministério
dos Negocios Estrangeiros de Cabo Verde”.


Ora, como é do conhecimento público, muito foi dito, criticado,
manifestado, exigido e prometido pelo MPD antes das eleições
legislativas, autarquicas etc sobre a polémica politica de não aceitar
inscrições dos notários públicos no consulado de Cabo Verde aqui nos
EUA que o actual governo e seus representantes prometeram modificar
para uma melhoria de serviços e mais transparência entre a
comunidade e o consulado
Leia mais
A ANSIEDADE NEGATIVA MUITAS VEZES
PREJUDICA NOSSAS DECISÕES - LEMBREM DISSO
DITADURA ANTI-COMUNITÁRIA E SOCIAL NO CONSULADO DE
CABO VERDE NOS EUA A MANDO DO MINISTRO DOS
NEGÓCIOS ESTRANGEIROS E “COMUNIDADES” SENHOR LUIS F
TAVARES

Depois de ganhar as eleições legislativas em Cabo Verde tudo
indicava que o Movimento Para Democracia (MPD) aqui nos EUA
cumpriria com a promessa de acabar com a ditadura e exploração
existente no Consulado de Cabo Verde nos EUA onde a prática de
fazer o business vai para além de servir a comunidade e Cabo Verde.

Depois de desqualificar os Notários Públicos aqui nos EUA, o
Consulado de Cabo Verde continua sobre a mão de ferro contra a
comunidade e desta véz do actual ministro dos negócios estrangeiros
de Cabo Verde Senhor Luís Filipe Tavares, que por sinal está de visita
a este democrático país que é os EUA - lá pelas bandas da Califórnia e
outros estados - disfarçando como um político transparente que
participa na comunidade sem dar conta ou pensando o que está bem
para ele pode não estar bem para os outros ou a comunidade.

Depois de passar dois anos a comunidade Cabo-verdiana aqui nos
EUA, continua sendo prejudicada pela política instaurada no
Consulado de Cabo Verde de não servir com transparência, eliminando
por completo os serviços notariais dos notários públicos que facilitavam
e proporcionavam um intercâmbio legal e social junto do CCV,
diminuido assim despesas, perdas de tempo, de trabalho e muitas
outras incoviniências.
Relacionamento entre as instituicoes democráticas legais e sociais
devem ser respeitadas mutuamente e nao devem ser menospresadas
e exploradas politicamente para interesses turbos e próprios.

Como a diáspora Cabo-verdiana pode confiar nalguns políticos que
desviam da ética não dando satisfação as preocupações da
comunidade?...

Recentemente o nosso deputado nacional Senhor Alberto Montrond do
MPD, deixou bem claro como é o relacionamento do Ministro dos
Negócios Estrangeiros e das Comunidades SENHOR LUIS FILIPE
TAVARES com a comunidade aqui nos EUA.

Deputado Montrond escreveu: Caro amigo, Eu tenho dado seguimento
a este assunto junto ministério dos negócios estrangeiros. Também já
levantei várias vezes o assunto no parlamento. Na próxima sessão farei
tudo para levantar o assunto dos notários de novo. Obrigado.
Ciente dos esforços deste deputado junto das autoridades
competentes em Cabo Verde, a comunidade e em prol da
transparência tem o direito de saber as causas deste negativo
morosidade ou deste impasse politico que continua afectando a nossa
comunidade.

J. F.
24/09/2018
www.topicos123.com
                PORTO DE ALCATRAZ E SEUS FACTOS

Alcatraz o famoso e histórico porto em Santa Catarina Fogo Cabo
Verde que em tempos foi o entre posto de negocios entre as ilhas
trazendo mercadorias de paises estrangeiros.
Porto de Alcatraz onde no passado desembarcaram muitos dos
nossos compatriotas e na hora certa foi um refugio de muitos
naufragios.

Porto de Alcatraz onde o mar e a terra encontram constantemente
fazendo o seu percurso e onde a sua beleza natural proporciona a
todos que passam por ali momentos de reflexão, convivio e prazer
que ficam gravados para sempre nas nossas memorias.

Porto de Alcaraz que continua gritando para um melhor acesso de
um caminho mais condigno e seguro.
Porto de Alcatraz agora eternizado musicalmente neste grande e
apriciavel video de Amilcar, Morgado e outros, mostrando in loco a
verdadeira importancia desta localidade que continua esperando por
melhores dias onde o ganha pão e a recreatividade anda bem
sintonizados nao importa o estado da Natureza.

Bom trabalho Amilcar e Morgado.
Cabo Verde Embaixador Carlos Veiga nos EUA disfarça politicamente e
socialmente.

Carlos Veiga, emabaixador de C V, falou da problemática da emigração
Caboverdiana nos EUA em termos positivos sem sublinhar ou falar da
ditadura comunitária que o Consulado de Cabo Verde tem estado
implementando nos últimos dois anos a mando do governo do MPD.

Carlos Veiga, falou da situação emigratória em modos normal conforme
referido pelo Asemana-online.
“A fora isso, o diplomata descreveu a situação da comunidade cabo-
verdiana nos EUA como “normal, bem integrada, organizada, vibrante e
muito engajada com o seu país de origem e com o mundo.”

Naturalmente isto é verdade mas, Carlos Veiga, esquivou de dizer ou
comentar o ponto critico da alta criminalidade existente na comunidade
Caboverdiana aqui nos EUA e tambem em C V onde, constantemente
estamos perdendo uma boa parte da nossa juventude quer mortalmente,
legal ou illegal que estão sendo enviados para as cadeias.
Carlos Veiga, disse que ALGUMAS famílias estão sendo afectadas pela
deportação mas não mencionou a alta percentagem de violência na
nossa comunidade especiamente violência doméstica que origina
mortes, desgraças e que desorganiza muitas famílias.

Ele, Carlos Veiga, não falou do alto índece de criminalidade dentro da
nossa comunidade, originado pela droga que está matando muitos dos
nossos jovens que é um problema bastante grave na nossa sociedade.
Para termos uma comunidade mais coesa e pacífica, os nossos políticos
ou representantes, devem envolver mais com a comunidade e não
disfarcar em dizer que tudo está bem...
Leia mais...
HIPOCRISIA GOVERNAMENTAL EM CABO VERDE

A histórica visita do Presidente da Câmara de Boston, Massachusetts,
EUA,  Martin Walsh e John Barros, Director do Desenvolvimento
Económico de Boston e uma comitiva que viajou para Cabo Verde vai
reforçar ainda mais os laços de amizade existente entre estes dois
países.

Os EUA aprecia e confia na democracia Cabo-verdiana; Cabo Verde
como é sabido depende grandemente  dos EUA para sobreviver.

Chã das Caldeiras, deve ter sido o ponto mais exuberante e apreciado
desta visita para o Mayor de Boston e John Barros, Director do
Desenvolvimento Económico de Boston dado a sua cativante beleza
natural, a diversidade social da sua população e a causa e efeito da
última erupção vulcânica que continua sendo uma paradigma social e
económica da ilha do Fogo.

Em tudo isto, esta visita é recheada de muitos paradóxos politicos cuja a
transparência é um dos fáctos que continua sendo camuflado pelo
governo do MPD em relação aos governantes dos EUA.

Até que ponto esta intrasparência politica, farsa, manipulação,
discriminação e exploração communitária, continua a ser disfarçada e
desviada pelo governo de Cabo Verde para os olhos dos governantes
dos EUA?

Será que o Mayor de Boston e o Director do Desenvolvimento
Económico de Boston, dois gigantes da comunidade aqui nos EUA,
sabem que Cabo Verde  mantém um consulado na terra do Tio Sam que
discrimina e explora a comunidade a ponto de disvalorizar e desacretitar
os serviços de todos os notários públicos neste grande e democrático
país?

Neste aspecto, a ética politica e social comunitária nos EUA não está do
lado do MPD;  os de cima deste governo conscientemente estão a
perpetuáar a arte de manipular e explorar negativamente a comunidade.

Numa recente entrevista do Senhor Consul de Cabo Verde nos EUA no
programa Selo Ernestina em Brockton Massachusetts ele disse que em
2019 vai rever o relacionamento deste consulado com os notários
públicos dos EUA.  

Ainda afirmou que nem todos os notários públicos vão ser credenciados.

Ora a ser confirmada esta declaração do Senhor Consul, uma vez mais
a discriminação comunitária deste consulado vai continuar em novos
moldes e desta maneira ofender consciências das pessoas.

Este artigo tem o único propsito de expôr problemas que a nossa
comunidade está a enfrentar em que os nossos politicos e governantes
estão a desfarçar e que as autoridades dos EUA  provavelmente ainda
não deram conta.

J. F
26/02/2019
O emigrante muitas vezes sacrifica seu dia, perdendo seu salário ou
dinheiro para obrigatoriamente, satisfazer a necessidade de ir ao
Consulado de Cabo Verde a fim de tartar de um  documento ou de um
simples reconhecimento de uma assinatura.
Tudo isso resultado da politica do governo do MPD que em véz de
descentralizar continua caprichosamente a centralizar nos EUA.
Pergunta se, como o Consulado de Cabo Verde nos EUA, pode servir a
comunidade neste país tão grande com cerca de cinquenta grandes
estados, proibindo todos os notários públicos deste país a ter boas
relações com este consulado.
Sem querendo ir mais além, denota se mesmo uma hipocrisia política do
MPD. Neste aspécto, o nosso representante em Washingtom, sabe
muito bem o que está a passar mas, sem contudo levantar um dedo
para exprimir as preocupações e necessidades da comunidade aqui nos
EUA e deixar saber  a quém de direito na Praia esta situação que tem
vindo prejudicando gravemente a nossa comunidade.
Portugal, um país nosso irmão e amigo,  trata, serve, protege a sua
comunidade doutra maneira muito diferente do que Cabo Verde.
Por exémplo, Portugal em véz de ter um ministro com três pastas para
representar a comunidade, tem  há já muitos anos um Conselho das
Comunidades Portuguesas que representa devidamente a comunidade
e com muitos consulados nos EUA, tem uma excelente relação com
todos
os notários públicos na Terra do Tio Sam.
Seria bom que os eventuaais leitores deste artigo dividissem bem entre
a política e os   verdadeiros interesses da comunidade.
J. F.
1 de Maio 2019
EUA  
Veja mais...
CABO VERDE QUASE NA LISTA NEGRA DOS VISTOS
DE TURISTAS PARA OS EUA
PENSAMENTO RETRÓGADO E DISCRIMINATÓRIA SOBRE O EMIGRANTE

A despeito de tudo isso, o emigrante consciente da sua importância,
dos seus direitos e conhecimento, era indignamente explorado e
discriminado de muitas maneiras; por exémplo, o emigrante era
obrigado a pagar para o estado uma taxa de residência anual como se
fosse um cidadão estrangeiro apesar de ser um natural do seu país.
Na convivência, relações e transações económicas ou business, o
emigrante era considerado em muitos aspéctos um cidadão de segunda
classe onde muitos tinham o emigrante como uma fonte de receita
certa  onde as regras e os preços eram manipulados desfavorecendo
assim o emigrante.

Tudo mudou a partir do principio dos anos de 1960 onde o emigrante
tomou melhor consciência dos seus direitos, aproveitando duma melhor
educação e informação para salvaguardar seu direito dentro da
comunidade e sociedade.

Pode se mesmo dizer que ainda há discriminação mas agora o
emigrante sabe muito bem como reagir ou criticar em algumas  
situações adversas com plena consciência de saber que sem a
emigração Cabo Verde actualmente dificilmente sobreviverá.

Entre as gentes de C V que ainda não emigraram e o emigrante, um
melhor entendimento baseado na diversidade e igualdade seria mesmo
vantajosa para ambas as partes.

Ainda existe muita palha para ser varrida nas consciências de algumas
pessoas  que tendem perceber que o emigrante dos EUA não está bem
informado e não sabe o que está  a passar em C V ; outros até dizem
que se o emigrante depois de passar alguns anos sem visitar o seu país
fica desinformado; ora isso para muitos não conresponde a verdade
porque hoje no nosso tempo e neste Mundo a distancia está cada vez
menos relevante relativo a informação.

Um emigrante actual nos EUA, pode mesmo estar muito melhor
informado em muitas facetas da vida em C V do que muitos residentes
que andam a descordar com informações que estão sendo
fidedignamente recebidas instaneamente sobre o nosso Cabo Verde.

Não é preciso estar fisicamente num lugar para saber o que está a
passar.

Só um exémplo, a China nunca mandou nenhum astronauta  para a Lua
mas ela tem muito mais informação sobre este satelite natural do que
muitos outros países.
Veja mais...
J. F.
EUA
28/05/2019
www.topicos123.com
                       
                      CULTURA E SUA PRESERVAÇÃO

Tudo isto veio a báila numa pequena observação feita  por um Santacatarinense por
sinal bastante conhecido na nossa sociedade o Senhor Carlos Fontes, mais conhecido
na nossa comunidade por Caló  que disse: “A história é bonita, e pena que não
deixamos nada escrita para vós e nos ajudar. Mesmo assim com este bocadinho
aprederemos um pouco do passado.”

Temos um Presidente da Câmara na pessoa do Senhor Alberto Nunes, com uma
formação na História que na política devota quase todo seu tempo.  Gostariamos de ver
o nosso presidente a falar e fazer um pouco mais sobre a nossa cultura e a maneira de
preserva-la melhor, pesquizar profundamente, criar uma comissão apropriada neste
sentido para catalogar a nossa cultura, nossas gentes do passado e do presente  para
que as gerações presntes e vindouras venham saber e aprender muito mais sobre o
nosso passado e consequentente a nossa cultura.  
Leia mais...

J. F.
http://www.topicos123.com/culltura.html
Randolph 10 Julho 2019
CULTURA E SUA PRESERVAÇÃO
WE ARE ALL PROUD OF MOISES RODRIGUES  NOW AS A MAYOR
OF THE GREAT AND HISTORIC CITY OF BROCKTON
THE COMMUNITY EXPECTS THIS NEW LEADER WILL ACHIEVE
HIS GOALS IN FAVOR OF ALL THE PEOPLE OF BROCKTON
IN THIS GREAT CITY LIVES MANY IMMIGRANTS FROM DIFFERENT
COUNTRIES REPRESENTING CULTURES OR WAY OF LIFE WHO
PROUDLY SUPPORT MOISES RODRIGUES.
17/07/2019
MOISES RODRIGUES 1st Cabo-Verdean Mayor of the City of
Brockton Massachusetts EUA
     ILHA DO FOGO PASSADO E PARTE DO PRESENTE

Ilha do Fogo, Cabo Cabo Verde, cinco anos passados, eram três
Autárquicos ou Presidentes de Câmaras do PAICV mas, depois de uma
reviravolta política mudaram o status-quo tendo o MpD tomado as rédeas
da maioria do controle politico em todo território nacional.

Muitos dizem que já era altura de uma mudança, claro, talvés resultado
de um desgaste politico natural.

Outros dizem que se o PAICV tivesse uma união mais coesa em São
Filipe o autarca Jorge Nogueira, estaria fora, politizando na oposição;
felizmente ou infelizmente tal não aconteceu obviamente.

A realidade mostra que as brigas entre Luis Pires e Eugénio Veiga,
originadas por falta de consenso mútuo e também por lacunas
conciliatórias na cúpula, prejudicou altamente o PAICV; mesmo assim,
não foi só em São Filipe; portanto pode chegar uma conclusão política
que a causa foi DESGASTE POLITICO DO PAICV..

Continuando nesta analoigia política, no concelho de Santa Catarina,
Fogo,as coisas foram diferentes, o PAICV podia ter melhor chance,
apresentou uma candidatura inexperiente e alheio ás circunstâncias
politiico-sociais locais e deixou escapar a oportunidade.

Todos lembram da celebre frase proferida pelo actual autarca de Santa
Catarina, dizendo para seu opositor: "Bó bu bem li de para-quedas bu ka
sabé nada kis sta passá nes concelho".

Ora, quase estamos a chegar o tempo das próximas eleições na ilha do
Fogo e em todo Cabo Verde; nesta ilha, a vulnerabilidade social de
certeza vai ser explorada pelos partidos e políticos que costumeiramente
posicionam tácticas anti-democráticas para ludibriarem muitos eleitorados.

Seria muito bom se em vés de a comunidade seja ludibriada os partidos e
politiicos ficarem ludibriados, deixando assim os de boa consciência
votarem livremente nas suas opções poítico-partidárias.
 
ILHA DO FOGO PASSADO E PARTE DO PRESENTE
FAMÍLIA / MÚSICA, O ELO DA LIGAÇÃO A COMUNIDADE E AO MUNDO

Nas letras, na voz, na mensagem, na música dste arranjo artistico chamado“AH MUNDO”
este jovem cantor e artista, exprime profundamente sua intenção que pode bem ser
percebido baseado na desilusão da vida encravada nesta bonita composição replécta de
valores mencionados nas palavras que reflecte a amizade e que colide com outras intenções
e desejos que em nada dignificam o trato e a família.
Ouvindo esta música, temos a oportunidade de uma reflexão profunda nas nossas vidas que
pode bem ser muito mais diferente e mais bem vivida.
Excelente composição musical para aqueles que querem meditar.
J. F.
28/8/2019
&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&&
Beat - Dalomba beatz Gravação de voz - Rick Mendes mix- Guga dias Voz - Dimas Letra -
Dimas ----I N F---- Facebook - Dimas Fernandes Senep - Montrondimas Instagram -
@DimasFernandesofficial
EMIGRAÇÃO CABOVERDEANA  EM
TEMPOS MODERNOS

Os emigrantes sempre querem o melhor para seu país e devem ter todos os
direitos iguais aos nacionais em todos os aspectos da vida em Cabo Verde.
Os tempos mudam, as necessidades também mudam, as ideias igualmente
devemm mudar para o aspecto positivo. Não deve ser um tabu para nossos
politicos dizerem beem alto e claramente que C. V. sem a emigração
praticamente não sobreveria.
Muitas e muitas vezes o emigrante não sente confortável no seu próprio país
quer seja nos serviços públicos onde não deve ou devia haver nenhuma
especie de discriminação e nem na sua comunidade e no relacionamento
social.
Nenhum emigrante deve considerar superior ou iinferior a um nacional que
vive em C. V. da mesma maneira nenhum Caboverdeano residente que
nunca foi para o estrangeiro deve considerar doutra maneira.
Rotular emigrantes ou nacionais deve ser coisas do passado, estamos
vivendo num mundo global onde a informação é instantânea o eigrante pode
mesmo estar informado de igual para igual que um residente ou em certos
casos muito melhor.
Muito não dão conta ou não sabem que esta inconsistência social
discriminatória vem de muito longe.
Centenas de anos passados quando um emigrante decidisse voltar para viver
em Cabo Verde era considerado um estrangeiro tinha que pagar uma cota
para residir no seu próprio país.
J. F. -- Randolph MA -- 29/08/2019  www.topicos123.com

11 Outubro 2019
MEMORANDO DA ASSOCIAÇÃO PROJÉCTO SANTA CATARINA,
FOGO-USA



De acordo com os membros áctivos desta associação comunitária sem fins
lucrativos nem político ou religioso  (APSCF-USA), decidimos e aprovamos
este memorando para integração de novos membros no concelho de Santa
Catarina, Fogo, Cabo Verde consoante a reunião feita em 20/03/2019 na
cidade de  Cova Figueira.

Gaspar M Fontes, Paulino L Fernandes, Sónia Fonseca, Valter L Fernandes,
Clara Andrade e Ruth Montrond, passarão a serem membros permanentes  
desta referida associação, podendo estes  membros organizarem, reunir,
convocar outros membros e efectuar eventos na comunidade a favor da
mesma e da (APSCF-USA).

Em conformidade com o acima referido os nomes destes mencionados
membros serão anexados no estatuto official da Associação Projécto Santa
Catarina Fogo-USA,  disponível on line em:
http://www.topicos123.com/copy_of_ilhasdecaboverdeestatuto.html

Em nome da (APSCF-USA):
Joaquim Fontes - Presidente
18 Nov 2019

                        SOLIDARIEDADE COMUNITARIA

Com a vossa participação e da comunidade, os membros da Associação
Projécto Santa Catarina Fogo-USA (APSCF-USA )regozija com o trabalho
comunitário  sem fins lucrativos que tem vindo fazendo durante anos a favor
das gentes da nossa comunidade.

Queremos sempre continuar mas para isso acontecer precisamos sempre da
vossa colaboração social.

Como tinhamos anuciado completamos o Projeécto Moçambique que era
ajudar uma família vítima do furação IDAI que assolou este país irmão.

Os leitores podem ver mais abaixo referecia a este projécto e algumas
imagens anexadas.

Agradecemos a todos principalmente o nosso amigo Simão Barbosa que fez
tudo para que esta causa social realizasse.

Também no concelho de Santa Catarina, Fogo, Cabo Verde, concretizamos
muitos projéctos sociais durante este ano que vai passar gracas a Deus.

Entre outros feitos da APSCF-USA, reforçamos nossa participação com
eleição de novos membros no concelho de Santa Catarina, Fogo, Cabo
Verde que trabalharam e prometeram continuar a participar na comunidade.
Temos na agenda, organizar um evento cultural-social ainda este ano no
referido concelho e convidamos a todos para participar e contribuir para esta
boa causa.

Como sempre estamos abertos a vossa opinião com  trazendo novas ideias
ou in-put para podermos fazer mais e melhor.

Felizes Festas de Nha Santa Catarina e boas entradas para o próximo ano
que se avizinha.

Muito obrigado

J. F.
$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

Primo, junto às fotos das compras feitas e que recebi via e-mail. Soube da
existência do Sr. Mário Varela, através da Associação Caboverdiana, cuja
Presidente de então me alertou para o facto de ele e à família estarem a
passar fome, porque não tinham dinheiro para nada. Telefonei-lhe e falámos
e então fiquei a saber que as dificuldades eram tantas que ele queria pôr
termo à própria vida por se sentir incapaz de suprir as necessidades básicas
dele e da família. Prometi-lhe apoio financeiro e cumpri sempre, até que o
Governo de Cabo Verde o passou a incluir na lista de pensionistas, sob
proposta que havia feito. Quando o primo falou no apoio que queria dar a
alguém por causa do IDAI, pensei logo no Sr. Mário Varela e, acredite, o que
ele recebeu ontem constitui além de uma benção, a crença de que é
possível, se acreditarmos. Tenho que embarcar e falaremos quando chegar
a Lisboa

Caro primo,
Encaminho o email relativo à aquisição e entrega dos produtos so Sr. Mario
Varela, com o dinheiro que me enviou.
Abraço e bom fim de semana,
Simão
FESTA DE MUNICIPIO DE SANTA CATARINA
FESTA DE NHA SANTA CATARINA
NA ILHA DO FOGO CABO VERDE
PASSA SABI É NA DJARFOGO, ASSIM DISSE ANTÓNIO DE
NECO UM DOS MELHORES VIOLINISTAS NA ILHA DO FOG
O


A Festa de Nha Santa Catarina e do Município de Santa Catarina na ilha do
Fogo esta ficando cada vez mais popular e muito mais frequentado dada as
suas caracteristicas historicas culturais e sociais incutidas nas suas gentes
que durante muitas decadas preservaram esta valiosa tradição para bem dos
seu filho/as e toda comunidade que nela participa.

Nos últimos anos esta festa do Município de Santa Catarina tem estado a
crescer cada vez mais principalmente reforçada com a sua diáspora que para
além de celebrar está contribuindo economicamente para melhorar a
economia local.

Os emigrantes Santacatarinenses sempre tem na mente participar e
contribuir para a sua terra como tem sido apanágio desta comunidade.
Entre o querer e participar, o emigrante precisa de ver condições ideais para
investir e ver o seu investimento crescer; para isso acontecer, tem que ter
estruturas públicas governamentais apropriadas que possam assegurar o
desenvolvimento.

Os emigrantes precisam serem incentivados no know how com workshops,
palestras, reuniões, enfim tudo que lhes permitem aumentar seus
conhecimentos para melhor perceberem a integração nas diversas áreas
relevante a seus projéctos e acima de tudo facilitados para podrem participar
mais e melhor.       

Durante todos estes anos, esta celebração tem estado acompanhando o
tempo,  misturando a tradição com a inovação de uma forma inovadora,
prometendo melhorar a cada ano, trazendo assim a sabura e a morabeza no
Concelho de Santa Catarina.

Os emigrantes mostram  suas presenças em grandes números; os
preparativos culturais da Câmara Municipal e das Igrejas,; estão
sendo mesmo a altura; diversos conjuntos de renome musicais estão
participando, tornando a festa cada vez mais  brilhante.
A diversidade e a igualdade social e cultural deve estar sempre presente ou
implementado; muitos comentam que as artistas da comunidade  local
ficaram de fora   este ano por algum motivo ou outro.
Mais chances de participar nas Festas de Nha Santa Catarina deve ser dada
ás artistas locais não só para participarem mas também para serem
incentivadas neste sentido, valorizando assim seus esforços culturais.  

Muitos perguntam qual é o custo para o governo das festas de nha santarina;  
a comunidade espera ou reserva o direito de saber, dada a frágil situação
económica que este concelho se encontra acompanhado de mais um ano da   
seca agricola em que muitas famílias ficaram sem sustentos provinientes da
agricultura que tornou a falhar.
Caso para pensar se pode haver outras alternativas, dando o sector privado
chance e apoio para continuarem com a festa porque se o governo não pode
criar trabalho, pelo menos deve evitar gastar enormes quantias de dinheiro
nas festas populares.  
.
Portanto não se deve esperar,  toda gente está convidado para assistir a
Festa do Municipio de Santa Catarina deste ano, na ilha do Fogo, Cabo
Verde; não há desculpa a dar, quer de ar, terra, mar, virtual ou por telepatia,
você deve estar presente nesta Grande Festa.

Não se esqueça de gastar todo seu dinheiro, procura não beber demais para
não embriagar ou ficar embriagado  se assim fizer, por favor não conduza e
vai dormir num canto sossegado para evitar acidentes ou matar pessoa/s,   ir
parar na cadeia e assim viver com mais anos.

Procura conviver o máximo possivel, badjá,  namorá, braçá, passiá, detá,
drumí, bistí, papiá, cumé dreto, bibé, soprá, tocá, andá, sintá, djongó, lorná,
sintí, balansá, labantá, djongotó, brinká, frá mantenha, spiá, obí, odjá, pó
tchapé ou bóina, boné, capuchino, cantá, saná, criticá, conta stória, zubiá,
parodiá, pensá, vivê, convivê, gastá, rastá, meditá, arrí, ruspetá, frá
mantenha, mandá recadu, fazé discursu, djugá bisca, bola, odja novella,
manda menssagem, orin, corré, montá carro, bicicleta, buziná, boti, piská,
nadá, visitá tudo lugar, Vulcan, Spigon, Fajá, Cazinha, Alcatraz fazé, dixá, e
trazé amizade, assim na próximo ano ta bai  ser melhor.

Tambem, lembramos para não falar na poliitica neste tempo porque já
sabemos todos nossos partidos são iguais de uma
maneira ou outro, dizem que o poder deve estar com o Povo mas apenas
estamos representados.  

Agora tudo nós ta pedí Nha Santa Catarina, pa fazé um Milagre pa es otu ano
gentes de Cha das Caldeiras sta muto mas melhor pamodi dja sabedu es é
conche ses direito e es é ka costumado pa depende de ou spera pa dadu e
governo meste fazé melhor pa resolve ces problema.

J. F.
Randolph MA EUA 23 Novembro 2019
www.topicos123.com
                           CUIDADO DE SAÚDE

Tenta evitar o stress ou pressão para não apanhar a depressão; porque isso
pode complicar a sua vida e até perde-la.

Em véz de pensar negativo, pensa sempre positivo seja quais forem as
circunstâncias.

Uma boa conversa, uma boa música que você gosta, um bom pensamento
amoroso, um bom passeio, um bom filme-show ou uma grande partida de
desporto, uma boa pregação religiosa, um bom sorriso, um bom
divertimento, enfim tudo isso pode desviar os maus pensamentos.

Lembra que a cabeça muitas vezes precisa de tratamento médico, igual
como as outras partes do nosso corpo.

Evitar curas artificiais ou superficiais como bruxarias, feitiçarias e outras
formas diabólicas de tratamento só podem complicar a nossa saúde.

O nosso corpo deve ser balanceado quimicamente e espiritualmente.
Quando haja em nós um desequelbrío químico, devemos confiar e seguir  
conselhos dos profissionais de saúde que durante muitos anos acomularam
ensinaments e experiêcias baseadas em resultados concretos e aprovados.   
Nós somos extratos ou produtos da Natureza e do Universo. Nossos corpos
são constituidos de formação químicamente por muitos e muitos diferentes
tipos de átomos, núcleos de celulas, protões, neutrões etc enfim um conjunto
de materiais escalonados tão perfeitissimamente organizados que
chamamos vida, feita ou criada não por acaso, mas sim com um bom
propósito. Depende de nós mesmos decidir de como vive-la.

Só há duas maneiras de seguir ou de escolha.

Entre o que chamamos o bem “Deus Amor” ou o mal “Demónio Maldade”
logicamente o bem deve persistir mas, depende da decisão pessoal ou de
outras forças e do grau da nossa espiritualmente que na maioria dos casos
ajuda nos a tomar decisões certas e estar em conformidade connosco
mesmo, possibilitando assim viver a vida com bons propósitos
envitando assim a autodestruição.

Um bom domingo a todos.
11/24/2019
12/9/2019
                                    DIVERSIDADE CULTURAL

Preservar a cultura ou tradições deve ser o nosso dever.  
Não podemos evitar as influências culturais que de uma maneira ou outra
influenciam vivências; mesmo assim as raizes culturais devem serem
preservadas e difundidas.

Culturas e vivências são marcas da nossa indentifição ou das nossas vidas,
quando começamos a perder nossos traços culturais  cria se um vazio em
nós mesmos muito difícil de colmatar.

A ilha do Fogo em Cabo Verde, tem uma riquíssima cultura que continua
progredindo na diversidade do tempo, trazendo inovações mas perdendo
também laços do passado ficando assim esquecido no tempo.

Nas cerimónias de casamento na ilha do Fogo, Cabo Verde em algumas
localidades há ainda muitas  tradições culturais que continuam bem vivas
no presente.

Por exemplo, depois de casados e dentro da festa, há as bencãaos ou
desejos; uma delas muito interessante é a mãe da noiva e noivo limpar os
pés ou sapatos dos noivados significando desejar uma boa sorte e quem
sabe tirar espiritos malígnos nos recem casados para enfrentarem
límpidamente uma nova etapa nas suas vidas.

Preservar a cultura também deve ser uma obrigação dos nossos
representantes.  

CULTURA DE DJARFOGO
CHÃ DAS CALDEIRAS UMA LOCALIDADE ESPECIAL
CORONAVIRUS -COVID 19 - PANDEMIA
MUNDIAL DE SAÚDE QUE ESTÁ
AFECTANDO O MUNDO INTEIRO E JÁ
MATOU MILHARES E MILHARES DE
PESSOAS INFECTANDO TODA GENTE
QUE FICA EM CONTACTO COM ESTE
PERIGOSSISIMO VIRUS.

PROCURA EVITAR ESTAR PERTO DAS
PESSOAS QUE POSSIVELMENTE ESTÃO
INFECTADOS SEM SABEREM E SEGUE
OS CONSELHOS DA ORGANIZAÇÃO
MUNDIAL DE SAÚDE OMS.